Carregando... Por favor, aguarde...

Requerimentos para todos PC

Quem Somos

Em 28 de março de 1994, com uma estrutura extremamente simples mas já impregnados de grandes sonhos, nascia a Escrituras Editora. Hoje, esse importante marco é motivo de orgulho para todos nós. Afinal, são 20 anos de um incansável trabalho dedicado à edição de livros em que a qualidade de conteúdo e forma sempre estiveram juntas. Ao atingirmos a maioridade, alcançamos também a surpreendente marca de um catálogo com cerca de 1000 títulos, que compõem os seis selos editoriais que distribuímos: Escrituras, Escritinha, Escrituras Médicas, A Girafa e Girafinha, que formam hoje o Grupo Editorial Escrituras.

rolling-stones-300dpi1-251x300.jpgA Escrituras vem se destacando no mercado editorial por abrir espaço para a poesia, manifestação artística vital para o ser humano; pela integração de diferentes formas de expressão (poesia, pintura, música, fotografia, entre outras); por prestigiar autores nacionais, apostando no talento emergente; e, sobretudo, por primar pela qualidade editorial e pela riqueza do design gráfico de suas publicações. A editora aposta na ousadia, na inovação e no apurado senso visual. São quase 500 títulos, e a poesia aparece em mais de um terço deles.

O selo Escritinha reúne os livros dirigidos ao público jovem – infantil e infantojuvenil –, com mais de 30 livros publicados. O destaque é a série Seis razões (6 volumes), focada na educação ambiental, além de diversos títulos que receberam distinções e foram selecionados para programas governamentais, como Bichionário, Cidadania é quando…, Gigi Balangandã e a série Tem planta que virou bicho, que incentiva hábitos saudáveis de alimentação.

Em março de 2007, o editor Raimundo Gadelha assumiu a direção da Arte Paubrasil, dando continuidade às suas publicações, com mais de 30 títulos publicados, nas áreas de literatura (poesia, romance, contos) e geral. Em 2012, os títulos do selo Arte Paubrasil passaram definitivamente para a Escrituras Editora.

Os selos A Girafa e Girafinha foram adquiridos pelo editor Raimundo Gadelha em outubro de 2009, dando continuidade às suas publicações. A Girafa nasceu em 2003 e reúne autores nacionais e estrangeiros, novos e consagrados, na linha de ficção e não ficção e diversos deles já receberam prêmios literários, como Jabuti, Nestlé, Senador José Ermírio de Moraes, Machado de Assis da Biblioteca Nacional, e prêmios da Academia Brasileira de Letras. O selo Girafinha, dirigido ao público infantojuvenil, foi criado em março de 2006, conquistando, em seus primeiros anos, seis menções no catálogo de Bolonha e mais de vinte títulos selecionados ou indicados por instituições públicas e dois livros finalistas do Prêmio Jabuti. O catálogo desses dois selos, que reúnem mais de 200 livros publicados, passou definitivamente para a Escrituras Editora em 2012.

O selo Escrituras Médicas, que estreou em 2013, reúne os livros sobre saúde, dirigidos ao público leigo. O primeiro título, Conversando com o pediatra, organizado pelo pediatra pernambucano Otelo Schwambach Ferreira, conta com o apoio do Institu­to de Medicina Integral Professor Fernando Figueira (IMIP). O segundo título, Renúncia à arte (selo Escrituras Médicas), do Dr. Ricardo de Menezes Macedo, é resultado de sua tese de doutorado, que investiga o papel dos princípios da medicina no mundo atual, na contemporaneidade.

A trajetória da Escrituras Editora:

A Escrituras chega à juventude de seus 20 anos com um espírito de renovação cada vez mais forte. O orgulho se justifica por ter se transformado, em tão pouco tempo, em uma editora de importantes nomes da Literatura e da Fotografia nacional e internacional. Também por ter recebido, ao longo desta trajetória, mais de 30 prêmios, como o APCA – Associação Paulista dos Críticos de Arte, Academia Brasileira de Letras, União Brasileira de Escritores, Prêmio Jornada de Passo Fundo, Prêmio Açorianos, Prêmio Fernando Pini de Excelência Gráfica, World Calendar Awards (Calendar Marketing Association – USA), entre outros. Seu catálogo abriga acadêmicos como Carlos Nejar e Lêdo Ivo, Vera Lúcia de Oliveira (Prêmio de Melhor Poesia pela ABL – Academia Brasileira de Letras), Sérgio de Castro Pinto (Prêmio de Poesia Guilherme de Almeida, da UBE), Chico Anysio, Nelly Novaes Coelho e o historiador Frederico Pernambucano de Mello (finalista Prêmio Jabuti).

Durante muito tempo se destacaram as obras de Fotografia, gênero em que a Escrituras se sobressai por editar livros de excelente qualidade editorial e gráfica por preços acessíveis. O resultado foi a publicação de quase 80 fotógrafos nas coleções Brasil Retratos Poéticos (3 volumes), Cores e Sentimentos (15 volumes, legendados em quatro idiomas: português/espanhol/inglês/francês), Maravilhas do Brasil (5 volumes, legendas em português/inglês), Brasil-Natureza e Poesia e Brasil-Livro e Postais (legendas em português/espanhol/inglês/francês). A fotografia, associada a poesia, acompanha o dia a dia do leitor por meio de calendários e os tradicionais diários Brasil Retratos Poéticos, sucessos editoriais desde 1998, adquiridos por empresas como o Banco do Brasil, KPMG, DPZ, Bayer, UOL, Villares, Dix Amico, Aché Laboratórios, Consórcio Nacional Mitsubishi Motors e Templo Zu Lai.

Atuando essencialmente em literatura (poesia, conto, romance, infantojuvenil), arte (fotos, artes plásticas), desenvolvimento de projetos visuais, biografias, fotojornalismo, a Escrituras tem investido também na área de Educação. Entre os títulos, se incluem os volumes da coleção Ensaios Transversais (39 volumes), voltada ao pensamento crítico, filosófico e científico e a coleção Educação para a Ciência (11 volumes). Os indispensáveis Design do objeto, Ergonomia do objeto e Gestalt do objeto, do Prof. João Gomes Filho, e Águas doces no Brasil transformaram-se em obras de referência. Este último, que reúne 41 dos mais renomados cientistas da área, foi selecionado pelo PNBEM 2008 (Programa Nacional Biblioteca da Escola para o Ensino Médio) e, em outubro de 2012, foi incluído no curso “Comunidade Educadora Sustentável” do projeto “Escola de Formação de Professores”, dirigido aos professores da Rede Estadual de São Paulo, uma iniciativa da Secretaria Estadual de São Paulo em conjunto com a Fundação Padre Anchieta, visando ampliar a formação curricular dos docentes nas escolas públicas do Estado de São Paulo.

Em Literatura Portuguesa contemporânea, destaca-se a coleção Ponte Velha, que recebe apoio do governo de Portugal – Secretaria de Estado da Cultura e Direção-Geral do Livro e das Bibliotecas (DGLB), já conta com 52 obras publicadas de escritores contemporâneos portugueses e africanos. Dois títulos da coleção — Lisbon Blues, de José Luiz Tavares, e O osso côncavo e outros poemas, de Luís Carlos Patraquim –, foram selecionados entre os 10 finalistas do Prêmio Portugal Telecom de Literatura 2009. Em 2012, mais dois títulos da coleção se destacaram entre os finalistas: Histórias da gravana, da autora são-tomense Olinda Beja, e Tríptico da súplica, do escritor português João Rasteiro.

dez-intimos-fragmentos-capa-72dpi1-218x300.jpgAs artes visuais estão presentes no catálogo da Escrituras, especialmente nas coleções dedicadas ao Cinema: Cinema no mundo (5 volumes) e Indústria Cinematográfica e Audiovisual Brasileira (3 volumes), projetos idealizados pelo Instituto Iniciativa Cultural, com a organização da Profa. Dra. Alessandra Meleiro. Outras coleções, como Democracia Cultural, Processos criativos e Visões da Cultura, trabalham a produção cultural em diferentes abordagens.

Os calendários e agendas anuais também são destaque, tendo sua qualidade editorial e gráfica reconhecida internacionalmente. Pelo oitavo ano consecutivo, os calendários Maravilhas do Brasil receberam o World Calendar Awards, iniciativa da Calendar Marketing Association (EUA), que premia anualmente os melhores calendários do mundo. Mais recentemente, o calendário de mesa Brasil Retratos Poéticos 2013 recebeu a Medalha de Prata na categoria Best Subject/Desk Calendars.

O calendário de parede Brasil Retratos Poéticos também esteve entre os premiados, pela quarta vez consecutiva. Mais recentemente, o Brasil Retratos Poéticos 2013 recebeu Menção Honrosa na categoria Best Subject/Wall Calendars. Reunindo o entusiasmo, a persistência e a garra na busca de seu ideal e, acima de tudo, acreditando na capacidade mobilizadora dos sonhos, o Grupo Editorial Escrituras aposta na possibilidade de um crescimento com qualidade na forma e no conteúdo, mas sobretudo, com poesia.

 

> Veja aqui a Apresentacao GRUPO EDITORIAL ESCRITURAS
> Mapa de localização do Grupo Editorial Escrituras.
> Baixe todos os catálogos aqui.